Ver o Jornal Integração (Versão Online):

Livraria Diocesana

Pastoral dos Coroinhas

Pastoral dos Coroinhas

Hotéis e Restaurantes da Cidade.

Links Recomendados:

Jornal Diário Regional

Regional Sul 3 CNBB

CNBB Nacional

VATICANO

Acontecendo

 

Comunidade São José de Anchieta

Na manhã de 3 de abril, o Papa Francisco canonizou o seu confrade Pe. José de Anchieta. O processo de canonização estava em andamento há muitos anos, mas sempre faltava a comprovação de um segundo milagre. João Paulo II, em 1980, o elevou à condição de beato. Agora, para a alegria de todos os brasileiros, Francisco o declarou santo.

Em Arroio do Meio, no Bairro Rui Barbosa, existe uma comunidade consagrada ao Beato José de Anchieta. Agora ela deverá mudar de nome, passando a se chamar de Comunidade São José de Anchieta.

Para comemorar a canonização do seu padroeiro, a comunidade organizou uma bonita celebração na noite do sábado, dia 5 de abril, com a presença de Dom Canísio Klaus. É a única comunidade consagrada ao “Apóstolo do Brasil” em toda a Diocese de Santa Cruz do Sul.

Participaram da celebração mais de 800 pessoas. No começo, a Escola Princesa Isabel do Bairro Rui Barbosa apresentou a memória da comunidade, cujo início coincidiu com a beatificação de José de Anchieta (1980). “A comunidade começou pequena e hoje é uma das grandes comunidades de Arroio do Meio, localizada num próspero bairro da cidade”.

Após a acolhida iniciou a caminhada até o interior da igreja, presidida pelo andor com a imagem do padroeiro, sendo que na caminhada foi rezada a novena de São José de Anchieta, intercalada pelo refrão: “São José de Anchieta rogai por nós, intercedei a Deus por nós”.

Durante a liturgia da palavra foi feita uma breve encenação sobre fatos que marcaram a vida do santo padroeiro. Na apresentação das oferendas foram levados cartazes onde foram destacadas algumas virtudes de José de Anchieta.

A celebração terminou com uma alegre confraternização no salão comunitário entre os participantes, a partir de alimentos trazidos pelas famílias. “Foi uma grande mesa da partilha de comes e bebes e da alegria de fazer parte da comunidade e festejar o seu santo padroeiro” (Pe. Alfonso Antoni, pároco de Arroio do Meio).

Centro de Formação projeta ações

No sábado, dia 29 de março, o Centro Diocesano de Formação da Diocese reuniu os agentes de formação das paróquias para fazer um diagnóstico da formação e projetar ações para os próximos anos. Percebeu-se uma grande variedade de ações na área de formação em todas as comarcas. O destaque fica por conta do Curso de Teologia Popular, da Escola Diocesana de Catequistas e dos cursos de formação de ministros nas comarcas.

Como perspectivas, o assessor pe. Érico Hammes solicitou que se levantassem perspectivas para os três níveis: formação inicial – formação para a iniciação – formação especializada.

Na formação inicial temos as celebrações nas comunidades, os encontros de preparação para o batismo, encontros de preparação para o casamento, grupos de família,  catequese e encontros de formação dos movimentos eclesiais (Cursilho, Schoenstatt, RCC, etc). Aventou-se a perspectiva de propor um ano de iniciação cristã com a possibilidade de organizar missões populares. A proposta, depois de melhor detalhada, deve ser levada para as instâncias decisórias da Diocese.

Na formação para a iniciação temos a escola de catequese na Diocese; os cursos de formação de catequistas nas comarcas e paróquias; cursos de formação de ministros; cursos para as equipes de liturgia. Propõe-se a realização de um seminário diocesano de ministros para organizar uma programação de formação comum em toda a Diocese e um curso sobre o Ensino Social da Igreja.

Como formação específica temos a escola de diáconos e o Curso de Teologia Popular. Precisamos garantir a continuidade destes dois espaços, qualificando-os sempre mais.

Seminário sobre Filantropia

Com a presença dos doutores Luiz Vicente Dutra, Aderval da Silva Bulbadra (auditor) e Marco Rippel, o setor de contabilidade da Diocese promoveu na manhã do dia 20 de março uma reunião com todos os padres, secretárias das casas paroquiais e presidentes dos conselhos administrativos das paróquias para detalhar os compromissos da Diocese a partir da conquista da filantropia. A reunião, presidida por Dom Canísio Klaus, aconteceu no Centro Comunitário da Comunidade Santo Inácio de Santa Cruz do Sul e teve a participação de 194 pessoas.

A equipe de assessoria destacou o importante passo que a Diocese obteve com a conquista do Certificado de Entidade Beneficiente de Assistência Social – CEBAS -, depois de uma luta de 10 anos. Em verdade existem apenas seis dioceses no Brasil com este certificado o que aumenta a nossa responsabilidade para não perdermos a certificação obtida.

Entre os compromissos destacados pela equipe de assessores está o de incrementarmos as nossas ações de assistência social. Estas ações devem ser planejadas e registradas com documentação escrita.

Os principais benefícios que a certificação nos dá é a isenção de vários tipos de impostos que a Diocese não mais precisará recolher. De outro lado, o governo espera que a Diocese realmente desenvolva ações que favoreçam as pessoas mais vulneráveis (pobres, crianças, idosos e mulheres).

A certificação obtida deve ser renovada em 2016, quando também deveremos prestar contas do trabalho desenvolvido.

Curso de teologia começa em alto estilo

Começaram, neste sábado, dia 15 de março, os cursos de teologia popular em Encruzilhada do Sul e Santa Cruz do Sul. Em Santa Cruz tem 127 pessoas inscritas e em Encruzilhada do Sul 115 pessoas. No próximo sábado, dia 22 de março, começará outra turma em Encantado, onde também tem mais de 100 pessoas inscritas.

O objetivo do Curso de Teologia Popular é “capacitar os cristãos para a reflexão e ação transformadora na Igreja e na sociedade em vista do fortalecimento da caminhada das comunidades na construção do Reino de Deus”.

O curso acontece em parceria da Diocese de Santa Cruz do Sul com a ESTEF (Escola Superior de Teologia Franciscana). Serão 20 dias de formação ao longo de dois anos, sempre nos sábados.

Em Santa Cruz do Sul a abertura foi feita pelo Pe. Zeno Rech, na condição de vigário geral. Em Encruzilhada do Sul a abertura contou com a presença de Dom Canísio Klaus. Conforme Pe. Zeno, o Curso de Teologia Popular é um antigo sonho que está se tornando realidade. Pe. Décio, falando em nome do Centro Diocesano de Formação Pastoral e Teológica – CDFPT – disse que a adesão aos cursos mostra que os leigos estão sedentos de formação, e que basta lhes dar oportunidade e eles participam.

O 1º dia do curso de Santa Cruz do Sul foi assessorado pelo Frei Vanildo  Zugno, professor na Estef. A temática foi “Cristologia”, que, conforma Vanildo é falar de Jesus Cristo. A próxima etapa em Santa Cruz do Sul será no dia 12 de abril, e também contará com a assessoria do Frei Vanildo.

Escola Diocesana de formação de Catequistas

Nos dias 22 e 23 de fevereiro realizou-se a primeira etapa da Escola Diocesana de Catequistas da Diocese de Santa Cruz do Sul, edição 2014. O objetivo é qualificar as coordenadoras da catequese nas paróquias e firmar uma linha de unidade na catequese.

A escola acontece em três etapas, a saber:

1ª etapa: Jesus Cristo no evangelho de Mateus – Assessor Ildo Bohn Gass – Dias 22 e 23 de fevereiro.

2ª etapa: Iniciação à vida cristã nos Sacramentos de Iniciação Cristão – Assessor Pe. Enio José Rigo – Dias 29 e 30 de março.

3ª etapa: Catequese como caminho para uma comunidade inclusiva e solidária – Assessor: Irmão Carlos Esposito – Dias 03 e 04 de maio.

Ildo Bohn Gass, na primeira etapa, destacou que “o Jesus do evangelho de Mateus é um Jesus preocupado com a justiça do Reino”. Ele é o mestre da justiça do Reino: “Buscai primeiro o Reino de Deus e a sua justiça”.

Os seus destinatários são os cristãos oriundos do judaísmo. É o que fica evidente deste o primeiro capítulo, quando apresenta a genealogia de Jesus a partir de Abraão.

Para Mateus, em Jesus Deus está conosco. Ele é o Emanuel.

  • Foto 1
  • Foto 2
  • Foto 3
  • Foto 4

 

Diocese de Santa Cruz do Sul - Rua Thomaz Flores, 675 - Santa Cruz do Sul/RS/Brasil - coordenacao@mitrascs.com.br